Notícias

notícias

General

Desburocratização

Serpro tem papel fundamental na promoção do empreendedorismo

Glória Guimarães destaca utilização da tecnologia da empresa no programa Empreender Mais Simples, durante evento em Brasília
Gloria Evento Sr Orientador2 500x239.JPG
por Comunicação Empresarial do Serpro — 15 de março de 2017

Glória Guimarães com o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos (à esquerda), e o presidente do Banco do Brasil, Paulo Rogério Caffarelli

Nesta quarta-feira, 15 de março, a diretora-presidente do Serpro, Glória Guimarães, participou, em Brasília, do evento de lançamento do projeto "Senhor Orientador" e do início do programa "Empreender Mais Simples". As ações são destinadas às micro e pequenas empresas, para facilitar e incentivar a abertura de empreendimentos comerciais no país. O diretor de Relacionamento com Clientes, André de Cesero, também compareceu ao evento, que contou com a presença do presidente da República, Michel Temer.

Gloria Evento Sr Orientador3.JPGO "Senhor Orientador" é uma iniciativa do Sebrae, em parceria com o Banco do Brasil, que oferece consultoria especializada às micro e pequenas empresas, para orientar os empresários em seus negócios e na obtenção de capital de giro. O projeto visa a simplificar a concessão de crédito e disponibiliza 310 consultores, aposentados de instituições bancárias, para atuarem em todo o país.

O projeto do Sebrae com o Banco do Brasil dará início à fase de operação do "Empreender Mais Simples", que conta com a tecnologia do Serpro para desburocratizar, dar celeridade e simplificar os processos de abertura, fechamento e alteração de empresas.

Menos burocracia, mais crédito

“Lançamos o Empreender Mais Simples com duas vertentes: menos burocracia e mais crédito. Para a primeira, fizemos um acordo com o Ministério da Fazenda, o Serpro e a Receita Federal, aportando mais de R$ 200 milhões no desenvolvimento de sistemas, para simplificar o processo de recolhimento de tributos em nosso país. Esse passo foi muito importante e, junto com o Serpro, já estamos na fase final de implantação da solução. Na segunda vertente, buscamos levar o crédito para o micro e pequeno empresário por meio da parceria com o Banco do Brasil”, enfatizou o diretor-presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos.

Para Glória Guimarães, o Serpro tem papel fundamental na promoção da união da tecnologia com o negócio do empreendedor. “Vamos ser a ferramenta para que os empresários consigam abrir seus empreendimentos em pouquíssimo tempo e sem complicações. Esse é o caminho que estamos buscando com a tecnologia: juntar governo e sociedade, atendendo à necessidade do cidadão e, consequentemente, do micro e pequeno empresário”, afirmou a presidente da empresa de TI do governo federal.

A tecnologia também foi mencionada no discurso do presidente Michel Temer. “O que nós queremos é atrair os investimentos e desburocratizar o nosso sistema, possibilitando a constituição de uma empresa em 4 ou 5 dias com a ajuda da tecnologia. Essas parcerias firmadas são muito importantes para o país e um grande passo para a reconstrução da nossa economia”, disse Temer.

Linhas de crédito

O presidente do Banco do Brasil, Paulo Caffarelli, ressaltou a importância das micro e pequenas empresas para o avanço do empreendedorismo brasileiro e apresentou números do setor. “Esse evento é dedicado às micro e pequenas empresas, que hoje totalizam 8,9 milhões e são muito importantes para o desenvolvimento do nosso país. Isso representa aproximadamente R$ 280 bilhões de créditos tomados no sistema financeiro, sendo R$ 45 bilhões do Banco do Brasil. Para o programa, vamos destinar R$ 8,8 bilhões em linhas de crédito”, afirmou Caffarelli.

Presenças

Compareceram, também, ao evento o ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, Antônio Imbassahy, a senhora orientadora, Leda Fonseca, e o presidente do Conselho Deliberativo Nacional do Sebrae e presidente da Confederação Nacional da Indústria, Robson Braga de Andrade.

Contato