Notícias

Geral

Inteligência Artificial

"O usuário prefere um chatbot que resolva"

por Comunicação Institucional do Serpro - Curitiba — 09 de agosto de 2017
Máquinas Inteligentes foi o tema da primeira edição do ciclo de palestras QuartaTec, evento promovido pelo Serpro
Evento foi realizado na Sede do Serpro, em Brasília

Evento foi realizado na Sede do Serpro, em Brasília

Na manhã desta quarta-feira, 9 de agosto, o Serpro recebeu a primeira edição da QuartaTec, evento temático promovido pela empresa para discutir tendências e técnicas de mercado durante todo o mês de agosto. A primeira edição do ciclo de palestras tratou do tema "Máquinas Inteligentes" e contou com a presença de representantes da academia, de empresas privadas e também de especialistas do Serpro.

Nesta primeira QuartaTec aconteceu a palestra do professor João Paulo Pordeus, da Universidade Federal do Ceará. Pordeus foi o responsável por apresentar um panorama histórico da Inteligência Artificial, desde sua origem, com o pioneiro britânico da informática, Alan Turing, passando pelo desenvolvimento do perceptron, ou "neurônio eletrônico", até os dias de hoje, com o chamado "aprendizado profundo" das máquinas inteligentes ("deep learning") e suas aplicações em sistemas como recomendação de viagens em sites de turismo ou predição de falhas em sistemas de aeronaves.

Já o palestrante Igor Freitas, da Intel, mostrou aos participantes que a combinação de computadores de alta performance e sistemas mais modestos, utilizados para análise de grandes volumes de dados, pode oferecer vantagens inclusive para aplicações de inteligência artificial. Falou também sobre como métodos computacionais vetorizados, que se pensavam obsoletos, podem ser retrabalhados para a realidade do mundo moderno.

Busca pela eficácia

Célio de Faria, da Gestão Técnica de Sistemas Estratégicos na regional do Serpro em Belo Horizonte, abordou a questão do evento sob a ótica dos sistemas de inteligência artificial, conhecidos como chatbots. Ele considerou que o foco do desenvolvimento destas aplicações está na sua capacidade de atender expectativas do usuário quanto à solução de seus problemas, não em emular um diálogo com um ser humano. "O usuário prefere um chatbot que resolva a um que tenha personalidade", disse.

A participação do Serpro na QuartaTec contou ainda com a presença da gerente de desenvolvimento da Regional Florianópolis da empresa, Lizandra Santos. Lizandra detalhou os esforços conduzidos por sua área para aplicar a tecnologia de inteligência artificial a um sistema que possa ler documentos de requisitos de sistemas por parte de clientes e calcular quantos pontos de função o desenvolvimento de tal sistema demandaria. "Neste momento, estamos na fase de prospecção de ferramentas", explicou a gerente.

A mesa de abertura desta edição da QuartaTec foi composta pelos diretores de Administração, Pádua Passos, e de Desenvolvimento, Antônio Fuschino. As apresentações foram mediadas pelo chefe da divisão de Engenharia de Produto e Novas Soluções do Serpro, da Regional Fortaleza, Carlos Henrique de Souza. O evento foi transmitido ao público externo por meio do sistema Assiste de videostreaming.

Quer participar das próximas palestras? Informações e inscrições aqui.

Contato