Notícias

Geral

Administração pública

Serpro recebe certificado de qualidade em governança

por Comunicação Institucional do Serpro - Porto Alegre — 13 de novembro de 2017
Avaliação equivale a selo de qualidade e foi atribuída pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão
certificacao-ig-sest.png

A administração do Serpro figura entre as melhores empresas públicas da esfera federal, segundo avaliação divulgada no último dia 10 pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP). Dentre 48 empresas pesquisadas, o Serpro está entre as doze melhor avaliadas, alcançando o segundo melhor nível no estudo. No nível máximo figuram cinco bancos, além da Eletrobras, Petrobras e a Empresa Gestora de Ativos (Emgea). No nível seguinte vem o Serpro, acompanhado pela Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), a Casa da Moeda do Brasil e a Companhia Docas do Pará (CDP).

A certificação equivale a um selo de qualidade em governança e foi resultado de ciclo de estudos das empresas estatais de controle direto da União. É baseado em um indicador chamado IG-Sest (Índice de Governança da Secretaria da Coordenação e Governança das Empresas Estatais - Sest). O indicador afere o nível de conformidade com as melhores práticas de mercado e os níveis de excelência praticados por essas instituições.

Estado eficiente

O MP divulgou que o objetivo da certificação é apoiar e promover iniciativas para que todas as empresas possam estar integralmente adequadas à Lei nº 13.303 de 2016, conhecida como Lei das Estatais. Para conferir os certificados, a Sest aplicou metodologia de acompanhamento baseada em três dimensões: Gestão, Controle e Auditoria; Transparência das Informações; e Conselhos, Comitês e Diretoria. Com os dados, foram aferidas notas que classificam e certificam as empresas estatais em um dos quatro Níveis de Governança que compõem o IG-Sest.

Na cerimônia de entrega dos certificados, o ministro Dyogo Henrique de Oliveira, do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP), destacou: “Para melhorar a imagem que temos mediante a sociedade, temos que ter um Estado eficiente para servir, para entregar serviço com qualidade. Não há que se falar em Estado máximo ou em Estado Mínimo”.

O ministro também ressaltou a importância de criar canais de comunicação para demonstrar à sociedade o trabalho que está sendo feito para melhorar a eficiência das estatais. “O Ministério do Planejamento deixou de ser um órgão que distribui regras; agora compartilhamos ferramentas, produtos e plataformas para que gestores aprimorem a forma de exercer suas atividades”, destacou.

Confira mais detalhes sobre a certificação na página do IG-Sest.

Contato