Notícias

notícias

Geral

Big Data

"Estamos vivendo uma era de ouro dos dados"

Afirmação foi feita por Doug Cutting, criador do Hadoop, convidado pelo Serpro para falar sobre big data na QuartaTec
Evento foi realizado nesta quarta-feira, dia 23 de agosto, na sede da empresa, em Brasília
por Comunicação Institucional do Serpro - Belo Horizonte — 23 de agosto de 2017

Evento foi realizado nesta quarta-feira, dia 23 de agosto, na sede da empresa, em Brasília

A fim de discutir questões tecnológicas e tendências de mercado em big data, o Serpro convidou Doug Cutting, criador da tecnologia Hadoop e um dos fundadores da Cloudera, para particiar da QuartaTec, ciclo de palestras técnicas promovidas pela empresa.

"Hoje a tecnologia permite obter dados de praticamente todas as nossas atividades, como se nossos sentidos se tornassem mais aguçados. Pessoas e empresas podem então utilizar ferramentas para analisar esses dados a fim de fazer previsões, trabalhar melhor e competir com mais eficiência. Esse é só o começo de uma era de ouro dos dados", afirmou Doug.

Perguntado sobre o que recomendaria a uma empresa que está iniciando o investimento em big data, Doug foi direto. "Comece com algo simples. E esteja sempre aberto a experimentar. O ideal é criar um ambiente voltado para experimentos, para explorar e descobrir valor nos dados", aconselhou. De acordo com ele, as instituições estão cada vez mais digitais e um volume cada vez maior de dados está sendo acumulado e organizado. Em sua análise, não só as áreas de tecnologia das empresas tem a ganhar com o big data.

Plataforma livre

Doug também falou um pouco de sua trajetória profissional e da sua opção pelo software livre como metodologia ideal de trabalho. No ano 2000, ele criou um software de busca chamado Lucene e, segundo o próprio Doug, como não era um bom vendedor e queria ver sua solução usada pelas pessoas, optou por abrir o código do software. "Foi uma lição valiosa começar com uma coisa simples e, com o código aberto, poder melhorar e evoluir gradualmente. Eu gostei dessa metodologia", comentou.

Alguns anos mais tarde, nasceu o Hadoop, uma plataforma de software em Java de computação distribuída voltada para clusters e processamento de grandes massas de dados. "Depois de muito trabalho e pesquisa, em 2007 nós alcançamos o nosso objetivo: criamos um sistema de código aberto, escalável e que poderia operar por meses sem problemas. A partir de então, qualquer um que pudesse comprar hardware poderia processar dados nesse modelo. Transformamos os dados em commodities", relembrou Doug.

Para ele, a parte mais bem sucedida da história do Hadoop é o ecossistema construído em torno da solução, num processo evolucionário motivado pelos usuários e baseado na utilidade. "Temos um sistema forte, sem controle central, distribuído pela comunidade e com grandes avanços em dez anos. Acredito que é um sistema que pode sobreviver aos altos e baixos das empresas, se adaptando às mudanças da sociedade", analisou.

Big data no Serpro

O evento também contou com a participação de Rodrigo Hjort, gerente de Tecnologia do Serpro, que falou sobre o panorama atual do big data na empresa e os planos futuros da estatal para a tecnologia. Rodrigo citou a Nota Fiscal Eletrônica, cujo repositório de dados pode servir de insumo para o governo promover tanto o aprimoramento de políticas públicas, como o combate à sonegação fiscal. De acordo com ele, o ambiente da Nota Fiscal Eletrônica produz, a cada cinco anos, cerca de 18 bilhões de notas, ou 170 terabytes de informação.

Rodrigo abordou ainda a GovData, uma plataforma de análise de dados do Governo Federal que permite o acesso a diversas bases de dados para a geração de informações estratégicas a partir da mineração de dados e de análises estatísticas e cognitivas. "O big data tem a ver com velocidade, volume e variedade, mas isso é só metade do conceito. Esses 'Vs' têm que estar associados à criação de formas inovadoras e economicamente viáveis, a fim de produzir insights e subsidiar a tomada de decisão", completou o gerente.

QuartaTec

A QuartaTec é um evento organizado pelo Serpro e que traz discussões sobre novos caminhos a serem seguidos em TI. É aberta ao público externo, ocorre todas as quartas durante o mês de agosto e já abordou os temas Máquinas Inteligentes, Blockchain e Big Data. A próxima edição ocorre no dia 30, falando sobre Internet das Coisas. Inscreva-se!

Gravação

A íntegra da gravação está disponível pelo Assiste - Video Streaming Livre. Confira!

Contato